The world around me.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

The world around me.

Mensagem por BalazyoPT em Seg Jul 01, 2013 6:16 pm

Aqui vai um pedaço sobre a minha vida, eu não costumo falar sobre a minha vida assim a qualquer pessoa... Mas posso dizer que já lá vai alguns dias em que eu estive a ler vários posts como ''Convidado'' E posso dizer que o pessoal desta grande comunidade, parece-me ser decente, humilde,séria e boa gente Smile

Esta pequena fracção de história da minha vida, começou nos meus 6 anos (13 anos atrás), desde dos meus 6 anos, que sempre sofri, e ainda estou a sofrer... Neste momento eu estou a trabalhar, e sinto-me bem com isso mesmo, porque eu sei que eu não sou como o ''resto da sociedade'', porque hoje em dia, as pessoas de hoje em dia não sabem o que fazem...
Roubam dinheiro às pessoas e até aos proprios pais.
Falam mal por detrás das pessoas e até mesmo inventam só mesmo para ver essas pessoas no fundo do poço.
Julgam por tudo e por nada.
Criticam sem saber.
Etc etc etc...
E eu perguntei muitas vezes a mim próprio: ''Porra, mas como é que isto é possivel?''
Sempre fui julgado por coisas que nunca fiz na vida, e posso dizer que, de uma grande familia que antes era toda reunida, ficou arruinada e reduzida a uma pessoa... a minha MÃE, que ela é mais do que tudo para mim...
Eu interrogo-me várias vezes... Será que ah algo de mal que eu fiz?
O que é que eu fiz para isto acontecer?
Porquê que DEUS não está comigo depois de 13 anos de sofrimento?
Até que eu comecei a estudar a minha mente, daquilo que eu sabia acerca da religião católica...
Inquisições que mataram milhares e milhares de mulheres inocentes, Guerras sem fim em nome de Deus, Padres que não podem ter relações sexuais e que se prendem à religião, que acabam por provocar a violação de crianças inocentes, Segredos que hoje se fossem desvendados, que iriam ARREBENTAR com o mundo inteiro e que são capazes de matar para as guardar, Pessoas que cometem pecados, e que depois confessam aos padres, e que acabam por ser desvendados à vila inteira numa tasca, Pessoas que cometem pecados, que pedem perdão a Deus e que depois voltam a cometer pecados piores... etc etc etc.

Eu comecei a assimilar isso tudo na minha cabeça, e vi que isso não era para mim, Aonde esteve Deus quando eu mais necessitava?
Quando algo de bom acontecia a mim e à minha mãe, algo pior acontecia...
Mas houve, algo que me despertou o alerta em mim... E curiosamente foi por causa de um ''Jogo'' que eu estava a jogar, em que nesse jogo, estava uma religião chamada Pagão, e comecei a ganhar interesse em saber mais, então, como ser humano que sou, fui pesquisar, e acabei por encontrar esta bela comunidade, estive vários dias a ler vários posts, e decidi registar-me hoje, para puder aprender mais e mais...
O que vi, acerca desta religião, é que isto funciona tudo à base do amor, respeito, animais, sinceridade, natureza, plantas...
Depois de algum tempo de raciocinio, pensei nos animais que tinha em casa, eu tenho uma gata e dois cães, e eles estiveram sempre presentes ao meu lado nos bons e maus momentos...
por exemplo, a minha gata, Ela é uma gata mesmo MÁ, detesta que lhe peguem ao colo... Mas quando vê que eu estou triste ou a chorar, ela vem ter comigo a miar, a pedir colo, para depois começar a ronronar e a dar-me lambidelas na cara (beijos).
O meu cão, eu quando o chamo, ele mostra os dentes (ri-se) e pede-me mimos...
A minha cadela, A mesma coisa, deita-se nos meus pés e brinca comigo para fazer-me companhia...
Isto tudo veio-se me à cabeça, porque os animais estão sempre ao nosso lado, e nunca nos deixam mal, Enquanto os seres Humanos, só querem ver o mal das pessoas, Sim, à pessoa e pessoas... Mas verdade seja dita, a sociedade de hoje em dia, só pensa nisto: ''Salve-se quem puder e que se lixe aos outros''.
EU não sou assim... Eu prefiro ver-me a mim mal, para ver a outras pessoas bem, enquanto essas mesmas pessoas não sabem retribuir isso...
Esta religião, despertou-me muito a atenção, e eu não sei o porquê, eu sinto que deveria de fazer algo para me ligar a ela...
Porque, de tudo, eu sempre amei a praia, mar... Passear com a pessoa que eu mais amo no meio da noite, descalço, de mãos dadas, a olhar para as estrelas, Cheirar o ar salgado da praia... Ou irmos ao ponto mais alto da vila, e vermos as luzes, as arvores, e as paisagens, ou até mesmo a Serra da Estrela com neve, só que esse dia nunca chegou, porque ainda não encontrei a rapariga certa para mim, depois de tantas facadas que eu já apanhei no meu peito...
Eu sinto ligação com isso tudo, e acabo por me sentir bem.

Tanto que, eu tenho 19 anos e nunca me batizei... Será que por não me batizar, O ''Destino'' quis que eu me juntasse a esta religião?
Isso ainda está por exclarecer...

Foi isto que eu senti, senti que isto é para mim, Juntar-me aos melhores, e ser como eles, e não me juntar aos piores, para ser pior que eles... Foi sempre isso que a minha mãe me ensinou...


Eu não quero que se sintam ofendidos, nem julgados por eu estar a falar destas coisas sobre as pessoas, mas isto tudo, não tem nada haver com vocês, tem haver com o mundo de hoje em dia, e sei que secalhar muitos de vocês concordam comigo ^.^

Mas agora, chega do meu passado, eu quero começar uma ''Vida Nova'' depois de tantas sem eu ter a culpa Smile
E eu sei, que, com a vossa ajuda, eu irei chegar lá Very Happy

Vou-vos fazer umas certas questões acerca da vossa religião, com base de certos posts que eu li:

Eu sei que, ser Pagão, temos que acreditar/respeitar no Amor, Natureza, animais, tudo relacionado com o mundo (até nós seres humanos)
Mas, o que é que eu tenho que fazer?

Eu vi alguns posts relacionados com os altars, mas vi que isso está relacionado com os ''Wicca'' será que eu posso montar um Altar Pagão, sem ser do tipo dos Wicca?
É que sinceramente, eu não sou de me meter em bruxarias e magia agora... Porque eu sei que isso é para Avançados.

''O móvel também deverá ser purificado e consagrado. Uma vez definido o móvel, está na hora de pensar na decoração, escolha uma toalha ou forro de altar e providencie alguns castiçais.''

Como é que eu consagro e purifico o meu altar?

Depois de montar o altar, quais são as ''rezas'' (Não sei se vocês usam essa expressão na vossa religião) que tenho de performar?
Será que existe algum link na Net, para eu estudar essas ''Rezas''?

Como é que eu faço Oferendas? E que tipo de oferendas que eu tenho que oferecer? Será que quando eu estiver a passear na praia, e encontrar uma concha das mais bonitas que encontrei, eu puderia oferece-la aos Deuses?

Espero que me ajudem com estas minhas dúvidas, irei ficar ah espera de respostas, um abraço a toda a gente Smile
BalazyoPT.



BalazyoPT

Mensagens : 5
Data de inscrição : 01/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The world around me.

Mensagem por Andre em Seg Jul 01, 2013 10:40 pm

Aviso: Tudo nesta resposta reflecte a minha ideia pessoal (numa linguagem e conceitos tirados da "espécie de wicca" que pratico).

BalazyoPT escreveu:Vou-vos fazer umas certas questões acerca da vossa religião, com base de certos posts que eu li:

Eu sei que, ser Pagão, temos que acreditar/respeitar no Amor, Natureza, animais, tudo relacionado com o mundo (até nós seres humanos)
Mas, o que é que eu tenho que fazer?
Como te disse no tópico da apresentação, o paganismo não é uma religião, mas uma forma de espiritualidade que engloba várias religiões e até pessoas que não pertencem a nenhuma.  
Acredito que a maioria dos pagãos respeite a Natureza (está implícito no termo "pagão) e acredite no Amor, mas não é obrigatório. Isso varia de pessoa para pessoa, por vezes até dentro da mesma religião. O respeito pelos outros parece-me já existir em ti, pelo que contaste.
Quanto ao que tens que fazer, nesta fase tens que ler muito. Há aqui no fórum algumas referências bibliográficas e endreços web úteis.
http://portugalpagao.open-board.com/t410-livros-de-leitura-obrigatoria Este tópico tem alguma informação, mas há mais.

BalazyoPT escreveu:Eu vi alguns posts relacionados com os altars, mas vi que isso está relacionado com os ''Wicca'' será que eu posso montar um Altar Pagão, sem ser do tipo dos Wicca?
Nem todos os pagãos usam altares, nem são só os wicca que os usam. Um altar pode ser o que queiras e como queiras, desde que sirva para o que queres usar. Eu, por exemplo, tenho, além de um altar no quarto (que aproveita o topo da cómoda) tenho um altar portátil que é uma caixinha de madeira onde cabem somente as coisas que preciso para fazer um ritual.
Se quiseres mesmo montar já um altar deixo-te uma sugestão simples, barata e que não dá muito nas vistas (se tiveres problemas em dar nas vistas): Onde tiveres espaço (pode ser até numa prateleira), coloca algo que represente a Deusa (pode ser uma pedra, ou uma concha), algo que represente o Deus (pode ser um ramo de uma árvore) e uma ou duas velas (atenção à segurança no uso de velas). Isto já é um altar e é apenas uma pedra, um pau e uma vela.
Repito que é a minha ideia e não tem que ser assim (e provavelmente não será), porque, acima de tudo, é de ti e das tuas experiências que deverá sair a tua ideia de altar.
Quanto aos altares "tipo 'wicca'", se não acreditares no conceito de "Deus e Deusa", já não os vais representar assim e já não é "tipo wicca".

BalazyoPT escreveu:É que sinceramente, eu não sou de me meter em bruxarias e magia agora... Porque eu sei que isso é para Avançados.
Depende do teu conceito de bruxaria ou magia.
Bruxaria, é qualquer acto mágico feito por alguém que pratique alguma forma de bruxaria (aqui com sentido de religião ou de espiritualidade), onde se inclui a Wicca, mas também a Bruxaria Tradicional e outras.
Magia é tudo aquilo que fazes com a intenção de alterar a realidade (para o bem ou para o mal, para ti ou para os outros). Uma reza para que algo aconteça, o entrar com o pé direito para dar sorte, o comer 12 passas no ano novo ou o desejo ao soprar as velas do bolo são formas simples de magia que toda a gente faz.
O que é, para ti, um "avançado"? Se é verdade que, como em todas as áreas, com o estudo e a prática, surgem formas novas de trabalhar e fazer as coisas, não é menos verdade que alguém que começou ontem (ou que nunca ouviu falar disto) pode ser tão ou mais capaz que alguém com muitos anos de trabalho mágico.

BalazyoPT escreveu:Como é que eu consagro e purifico o meu altar?
Não te preocupes muito com grandes rituais de limpeza. A simples intenção de querer usar aquele espaço como altar e limpar-lhe o pó para colocar as coisas já pode ser encarada como consagração e purificação. Podes, no entanto, usar um ritual tão complexo como queiras

BalazyoPT escreveu:Depois de montar o altar, quais são as ''rezas'' (Não sei se vocês usam essa expressão na vossa religião) que tenho de performar?
Será que existe algum link na Net, para eu estudar essas ''Rezas''?
Muitos pagãos usam "Rituais" que podem incluir, ou não, orações.
A maioria das pessoas, quando pensa num ritual, pensa em algo que se assemelha a uma espécie de missa ou cerimónia do género (sim, a missa é um tipo de ritual e também mete magia). No entanto, os rituais podem ser coisas tão simples como uma pequena reflexão sobre um dia que passou, ou tão elaborados como uma mega-produção de Hollywood.
Existem muitos rituais online, mas os melhores são sempre os que vêm de dentro. Podes lê-los como forma de inspiração (vais encontrar muitas semelhanças entre eles), mas, como tudo o que leres, toma essa informação com uma pitada de sal.
A não ser que pertenças a alguma religião organizada (e aí tens que seguir a liturgia), não tens de fazer as coisas "pelo livro".

BalazyoPT escreveu:Como é que eu faço Oferendas? E que tipo de oferendas que eu tenho que oferecer? Será que quando eu estiver a passear na praia, e encontrar uma concha das mais bonitas que encontrei, eu puderia oferece-la aos Deuses?
Normalmente as oferendas materiais são feitas no altar e depois deitadas na natureza, por isso prefere sempre algo biodegradável (comida é uma boa opção).
Também podes oferecer uma canção ou queimar algum incenso.
Pegando no teu exemplo, apanhar uma concha na praia e levá-la ao altar pode ser uma forma de oferenda (nesse caso eu não a devolveria à natureza e deixá-la-ia no altar), mas o mais comum é, quando se leva uma concha porque é bonita e até vai ficar bem no altar, fazer uma oferenda, deixando lá algo em troca (atenção para não ser nada poluente).
Quando se recebe algo que se pediu também é de bom tom fazer uma oferenda para agradecer (embora eu seja contra aquelas "promessas aos santos" onde se diz à partida "ah e tal, se me deres isto eu ofereço aquilo").
Também podes oferecer algo simplesmente porque te apeteceu e não há nada de mal nisso.
avatar
Andre

Escorpião Galo
Mensagens : 59
Data de inscrição : 01/07/2011
Idade : 35
Localização : Celorico da Beira, Portugal

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The world around me.

Mensagem por BalazyoPT em Ter Jul 02, 2013 1:09 am

Posso dizer que estou muito surpreendido com a tua resposta, consegui enriquecer imenso, e agora deixo aqui mais umas quantas duvidas e respostas:

Eu vi alguns posts relacionados com os altars, mas vi que isso está relacionado com os ''Wicca'' será que eu posso montar um Altar Pagão, sem ser do tipo dos Wicca?


Nem todos os pagãos usam altares, nem são só os wicca que os usam. Um altar pode ser o que queiras e como queiras, desde que sirva para o que queres usar. Eu, por exemplo, tenho, além de um altar no quarto (que aproveita o topo da cómoda) tenho um altar portátil que é uma caixinha de madeira onde cabem somente as coisas que preciso para fazer um ritual.
Se quiseres mesmo montar já um altar deixo-te uma sugestão simples, barata e que não dá muito nas vistas (se tiveres problemas em dar nas vistas): Onde tiveres espaço (pode ser até numa prateleira), coloca algo que represente a Deusa (pode ser uma pedra, ou uma concha), algo que represente o Deus (pode ser um ramo de uma árvore) e uma ou duas velas (atenção à segurança no uso de velas). Isto já é um altar e é apenas uma pedra, um pau e uma vela.
Repito que é a minha ideia e não tem que ser assim (e provavelmente não será), porque, acima de tudo, é de ti e das tuas experiências que deverá sair a tua ideia de altar.
Quanto aos altares "tipo 'wicca'", se não acreditares no conceito de "Deus e Deusa", já não os vais representar assim e já não é "tipo wicca".

Hhmm... Será que existe alguma referença Aqui no forum que fale sobre o conceito do Deus e da Deusa?
Eu pensava que os Altares Wicca serviam não só para os riuais (orações, etc) Mas tambem para Bruxarias e Magia...


É que sinceramente, eu não sou de me meter em bruxarias e magia agora... Porque eu sei que isso é para Avançados.


Depende do teu conceito de bruxaria ou magia.
Bruxaria, é qualquer acto mágico feito por alguém que pratique alguma forma de bruxaria (aqui com sentido de religião ou de espiritualidade), onde se inclui a Wicca, mas também a Bruxaria Tradicional e outras.
Magia é tudo aquilo que fazes com a intenção de alterar a realidade (para o bem ou para o mal, para ti ou para os outros). Uma reza para que algo aconteça, o entrar com o pé direito para dar sorte, o comer 12 passas no ano novo ou o desejo ao soprar as velas do bolo são formas simples de magia que toda a gente faz.
O que é, para ti, um "avançado"? Se é verdade que, como em todas as áreas, com o estudo e a prática, surgem formas novas de trabalhar e fazer as coisas, não é menos verdade que alguém que começou ontem (ou que nunca ouviu falar disto) pode ser tão ou mais capaz que alguém com muitos anos de trabalho mágico.

Estou surpreendido, ão fazia minima ideia que entrar com o pé direito, ou até mesmo comer as duas passas, se fossem consideradas como ''Magia'' Surprised
Eu sempre tive receio na palavra ''Magia'', pela simples razão de fazer algo de mal sem querer a mim próprio, ou até mesmo a outras pessoas, para sempre, e isso eu não quero, mas quando citaste esse tipo de Magias, posso dizer que agora sinto-me bem mais confortavel e aliviado, e ao mesmo tempo Impressionado, porque eu fazia isso tudo durante estes anos todos, sem saber que isso era considerado ''Magia''.
''Avançado'' para mim é quando uma pessoa já tem muitos anos de experiencia no Paganismo, sim, é verdade quando citaste que um iniciante é tão ou mais capaz que um Avançado, mas eu gosto de tomar/aprender as coisas por passo a passo e não logo assim de repente, se é que me entendes Smile

Depois de montar o altar, quais são as ''rezas'' (Não sei se vocês usam essa expressão na vossa religião) que tenho de performar?
Será que existe algum link na Net, para eu estudar essas ''Rezas''?


Muitos pagãos usam "Rituais" que podem incluir, ou não, orações.
A maioria das pessoas, quando pensa num ritual, pensa em algo que se assemelha a uma espécie de missa ou cerimónia do género (sim, a missa é um tipo de ritual e também mete magia). No entanto, os rituais podem ser coisas tão simples como uma pequena reflexão sobre um dia que passou, ou tão elaborados como uma mega-produção de Hollywood.
Existem muitos rituais online, mas os melhores são sempre os que vêm de dentro. Podes lê-los como forma de inspiração (vais encontrar muitas semelhanças entre eles), mas, como tudo o que leres, toma essa informação com uma pitada de sal.
A não ser que pertenças a alguma religião organizada (e aí tens que seguir a liturgia), não tens de fazer as coisas "pelo livro".

Não sigo nenhuma religião organizada, tanto que prefiro não estar agarrado a um livro, mas tambem isso não me impede que leia, só mesmo para conhecer as várias vertentes do paganismo Smile
Deixa-me ver se me entendo... Eu faço os meus próprios rituais? Vindo dentro de mim?

Como é que eu faço Oferendas? E que tipo de oferendas que eu tenho que oferecer? Será que quando eu estiver a passear na praia, e encontrar uma concha das mais bonitas que encontrei, eu puderia oferece-la aos Deuses?


Normalmente as oferendas materiais são feitas no altar e depois deitadas na natureza, por isso prefere sempre algo biodegradável (comida é uma boa opção).
Também podes oferecer uma canção ou queimar algum incenso.
Pegando no teu exemplo, apanhar uma concha na praia e levá-la ao altar pode ser uma forma de oferenda (nesse caso eu não a devolveria à natureza e deixá-la-ia no altar), mas o mais comum é, quando se leva uma concha porque é bonita e até vai ficar bem no altar, fazer uma oferenda, deixando lá algo em troca (atenção para não ser nada poluente).
Quando se recebe algo que se pediu também é de bom tom fazer uma oferenda para agradecer (embora eu seja contra aquelas "promessas aos santos" onde se diz à partida "ah e tal, se me deres isto eu ofereço aquilo").
Também podes oferecer algo simplesmente porque te apeteceu e não há nada de mal nisso.

Simplesmente falei nisto, porque achei sempre interessante o tema das ''Oferendas'', futuramente, (nunca se sabe o dia de amanhã) eu provavelmente não iria dar todos os dias oferendas, mas sim dar oferendas nos dias em que eu considero especias... Ou nos dias em que algo de realmente de bom me acontece.. Smile


Já que acrescentei umas quantas questões acerca das minhas anteriores, eu vou acrescentar mais outra:

Eu sei que existem vários tipos de Pagãos, com os seus próprios Deuses e conceitos,s que, basicamente estão todo ligados, Eu gostaria de saber qual é que me enquadrava melhor, eu ja tentei fazer um ''Quiz'' que se encontrava aqui no forum, mas posso dizer que ah certas coisas lá que eu não entendo Razz


Abraços, BalazyoPT.

BalazyoPT

Mensagens : 5
Data de inscrição : 01/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The world around me.

Mensagem por Morrigan em Seg Jul 08, 2013 12:36 pm

Antes de mais, sê bem vindo ao nosso forum Smile Penso que o Andre já teu deu respostas bastante esclarecedoras, mas também quero acrescentar a minha opinião pessoal Smile
O Paganismo, como já foi dito, engloba imensas crenças, ramos, tradições e panteoões. A palavra tem origem romana e Paganus era um termo que os romanos utilizavam para chamar ás pessoas do campo. O que precisas de fazer para ser pagão? Seguir o que tu sentes. Existem várias vertentes no paganismo, mas a principal marca é tu seguires o teu caminho, não existem dogmas estabelecidos. Por ex, eu nem tenho um altar. Eu não sinto necessidade de ter um altar físico pois basta-me a ligação que tenho com tudo o que me rodeia. Nem todos os pagãos fazem magia, eu não faço magia ( para mim bruxaria é um termo depreciativo :p).

Não existe nenhum quizz que possas fazer que te diga que camiho ou que panteão devas adoptar como teu, isto não é como ir a uma loja e escolher uma camisola de determinada cor. O meu conselho é : lê. Lê muito sobre as diversas culturas, panteões, tradições e divindades. Quando sentires um "click", penso que descobriste mais sobre ti e sobre que caminho seguires, mas até lá, porque nâo adquirir conhecimento sobre tudo um pouco?Smile Espero ter ajudado.

_________________
[
avatar
Morrigan
Cecidit munitus

Câncer Coelho
Mensagens : 673
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 30
Localização : Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The world around me.

Mensagem por Gharilanf em Seg Jul 08, 2013 7:40 pm

tu sabes que as pessoas sao pessoas, e elas iram matar, roubar, escarnecer e sabe se la mais o que para proveito proprio ou para coisas parecidas =D
avatar
Gharilanf

Leão Boi
Mensagens : 61
Data de inscrição : 13/08/2012
Idade : 32

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The world around me.

Mensagem por BalazyoPT em Qua Jul 10, 2013 6:43 pm

Morrigan escreveu:Antes de mais, sê bem vindo ao nosso forum :)Penso que o Andre já teu deu respostas bastante esclarecedoras, mas também quero acrescentar a minha opinião pessoal Smile
O Paganismo, como já foi dito, engloba imensas crenças, ramos, tradições e panteoões. A palavra tem origem romana e Paganus era um termo que os romanos utilizavam para chamar ás pessoas do campo. O que precisas de fazer para ser pagão? Seguir o que tu sentes. Existem várias vertentes no paganismo, mas a principal marca é tu seguires o teu caminho, não existem dogmas estabelecidos. Por ex, eu nem tenho um altar. Eu não sinto necessidade de ter um altar físico pois basta-me a ligação que tenho com tudo o que me rodeia. Nem todos os pagãos fazem magia, eu não faço magia ( para mim bruxaria é um termo depreciativo :p).

Não existe nenhum quizz que possas fazer que te diga que camiho ou que panteão devas adoptar como teu, isto não é como ir a uma loja e escolher uma camisola de determinada cor. O meu conselho é : lê. Lê muito sobre as diversas culturas, panteões, tradições e divindades. Quando sentires um "click", penso que descobriste mais sobre ti e sobre que caminho seguires, mas até lá, porque nâo adquirir conhecimento sobre tudo um pouco?Smile Espero ter ajudado.

Obrigado pelo esclarecimento e pela ajuda Smile
Por acaso até estive a pensar em comprar um livro que esteja relacionado com o Paganismo, algumas sugestões acerca disso?
Eu ficaria agradecido Smile

BalazyoPT

Mensagens : 5
Data de inscrição : 01/07/2013

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The world around me.

Mensagem por Clodagh Amora em Seg Mar 17, 2014 11:00 am

Não compres. Não para já. Há muita informação em ebook, que podes ler à vontade. Dentro do paganismo há muita coisa a estudar. A minha pergunta é: O que é que te suscita interesse? Procura sobre isso, começa por isso. Se achares que não é para ti, pega noutro tema. Lê sobre Asatru, sobre os Nativos Americanos. Ouve os cânticos do povo Sami. Estuda panteões, sejam eles célticos, romanos ou babilónicos. Vai meditar para um local sagrado para ti. Nem que seja o parque radical ali da esquina. Desenvolve as tuas capacidades e interesses com cidadão. Voluntariado, um curso de linguagem gestual ou de primeiros socorros, procura ter como hobbie algo à base do que querias ser quando eras pequeno. Querias ser astronauta? Estuda astronomia e astrologia! Querias ser médico? Estuda massoterapia e mezinhas! Querias ser professor? Ensina alguém a fazer algo que tu donimes! A realização pessoal ajuda a encontrares-te. Boa sorte
avatar
Clodagh Amora

Libra Cavalo
Mensagens : 240
Data de inscrição : 21/03/2011
Idade : 26
Localização : Braga

http://www.doceblackberry.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: The world around me.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum