Hidromel e Pão Lusitanos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hidromel e Pão Lusitanos

Mensagem por Nantumaurus em Dom Ago 12, 2012 5:02 pm

Olá a todos!
Não inocentemente, durante as minhas intermináveis pesquisas pelo gogle, a fim de conseguir material interessante para colocar no meu blog, descobri estas duas fantásticas receitas, que não consegui resistrir em vir partilhá-las aqui convosco. O meu hidromel encontra-se já em fermentação e estará bebivel exactamente na altura da bolota e/ou castanha, pelo que em meados de outubro/ novembro vou realizar um manjar dos deuses! Cool

Hidromel


O Hidromel é uma bebida alcoólica fermentada à base de mel e água, sendo utilizados, em geral na sua produção, uma proporção de uma parte de mel por duas de água, mas pode variar conforme a receita ou a região de produção. Consumida desde a antiguidade, sua fabricação é anterior à do vinho e seguramente à da cerveja.

Além de ser consumida em Roma e na Grécia Antiga, outras culturas antigas consumidoras desta bebida foram os celtas, os saxões e os vikings. Também era conhecido o consumo de uma bebida similar pelos maias.

Existia a tradição de que os casais recém-casados deveriam consumir esta bebida durante o primeiro ciclo lunar após as bodas para nascer um filho varão. Daí surgiu a tradição atual da lua de mel.[carece de fontes?]

Na Mitologia Nórdica, o hidromel aparecia como a bebida favorita dos deuses.

Nas obras de J.R.R.Tolkien, George R. R. Martin, Keveny Sousa , J. K. Rowling, C. S. Lewis, Bernard Cornwell, Patrick Rothfuss, Christopher Paolini, entre outros, são feitas menções a esta bebida.

Os lusitanos bebiam, hidromel, ao qual adicionavam ervas aromáticas. A prática do hidromel é ainda corrente entre os serranos, onde não se produz vinho, o qual só é consumido na altura das ceifas, ou ao domingo, na taberna.

Receita


Ingredientes

. 3,5 litros de água mineral
. 600 gramas de Mel (do menos espesso e mais puro possivel)
. 5 a 8 gramas de levedura (pode ser fermento biológico para pães)
. Vamos usar também a garrafa da água mineral , duas mangueirinhas e mais uma garrafa pequena também de água, para construir o fermentador.

Modo de preparação

( Se quiserem, como não a consegui postar, vejam a imagem do fermentador aqui: http://lusitaniaecastrum.blogspot.pt/2012/07/hidromel-receita.html )

1º - Construa o fermentador igual ao da imagem acima, corretamente, para uma melhor fermentação do hidromel, lembrando que na garrafa menor tem que ter um furo ou espaço para os gases escaparem e que a mangueira deve ficar dentro de água.

2 º - O mel deve ser medido de acordo com a água, notando que deve ser uma media de 80 % de água para 20 % de mel, ou seja, para 3 litros de água 600 gramas de mel.

3º - Coloque o mel em banho Maria até este ficar bem ralo.

4º - Coloque a água noutra vasilha e junte o mel. Isto quando este estiver já bem quente (não deixe o mel ferver), mexendo bem com uma colher até a espuma baixar.

5º - Depois de obter uma mistura homogénea despeje-a no garrafão, deixando sobrar um pouco, mais ou menos 0,5 litro na vasilha onde misturou o mel com a água.

6º - Quando a mistura que obteve estiver à temperatura ambiente, deve acrescentar o fermento àquela que deixou de parte . Depois despeja esta no garrafão, fechando-o bem, caso necessário vede-o com fita isoladora.

7º - Deixe o hidromel a fermentar, para transformar o açucar do mel em alcool, num lugar tranquilo sem contacto directo com a luz solar até este começar a clarear e o fermento se depositar no fundo do garrafão, Quando tal ocorrer, deverá retirar provas para testar o gosto e quantidade de alcool que deseja e posteriormente filtrar a mistura num coador de café até retirar todo o fermento e depois engarrafar e colocar na geladeira ou a envelhecer.

8º - O ideal é deixar a bebida, mais ou menos, por 3 meses a fermentar, e a cada 30 dias trocá-la de garrafão, separando-a das leveduras mortas (fermento) que se acumularam no fundo. Pode também retirar o hidromel do garrafão, através da mangueira das provas, sem as leveduras mortas, lavar o garrafão e depois voltar a colocar o hidromel.

9º - Desfrutem!!!

Pão de bolota lusitano


Farinha de bolota: A bolota é apanhada no Outono quando cai, é seleccionada (colocando-a em água, as que não estão em boas condições vão boiar). Cortam-se ao meio e cozem-se num tacho com água e sal até a casca ficar solta. Descascam-se e congelam-se até serem utilizadas. Para as desfazer e transformar em farinha descongelam-se e metem-se na picadora. Atenção que nem todas as bolotas são comestiveis pelos humanos, apenas as de carrasco que são as que se encontram na imagem.


Ingredientes

- 100 ml de azeite
- 750 ml água morna
- 500 gr de farinha de bolota ou castanha
- 1000 gr de farinha de centeio sem fermento
- 60 gr de fermento de pão
- um pouco de sal
- 6 colheres de sopa de mel

Modo de preparação

- Coza as bolotas cortadas ao meio e/ou as castanhas golpeadas. Coloque sal na água da cozedura. Coza apenas até a casca se soltar. (10 min. para a bolota, 20 a 30 min. para a castanha).
- Dê um golpe e com uma faca separe a bolota/castanha da casca.
- Pese 500g e triture na picadora até obter a farinha de bolota/castanha.
- Coloque a farinha num alguidar e junte-lhe 1Kg de farinha de centeio. Misture e amasse.
- Junte 6 colheres de sopa de mel e amasse de novo.
- Junte 100 ml de azeite, o fermento, uma pitada de sal e amasse mais uma vez até a mistura ficar homogénea.
- Deixe a levedar de um dia para o outro, umas 6-8 horas. Volte a amassar e deixe repousar por mais 30 a 45 min. e coloque no forno.
- Coloque a massa num tabuleiro para ir ao forno e gope-a em cruz. Enquanto o faz pode pedir a uma divindade lusitana ancestral que abençoe o seu trabalho.
- Deixe cozer durante 1h à temperatura de 120ºC e depois passe para 220ºC por mais 40 min.Verifique de vez em quando, com um palito, o estado da massa.

Bom apetite!

Se quiserem dar um caracter e/ou sabor mais genuinamente lusitano ás vossas confecções usem mel proveniente do Mons Heminius (Serra da Estrela), o coração da Lusitânia.
avatar
Nantumaurus

Aquário Cavalo
Mensagens : 91
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 39
Localização : Ophiussa

http://lusitaniaecastrum.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum