Deuses Lusitanicos

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Deuses Lusitanicos

Mensagem por Convidad em Qua Jun 22, 2011 1:59 pm

Ja que tamos num forum sobre paganismo, dedicado ao paganismo em portugal.
Porque nao, Deuses Lusitanicos? =D
Segue aqui uma lista do wikipedia Aqui

Mitologia portuguesa

A mitologia portuguesa é herdeira de um caldeirão de povos e culturas, com mitologias bastante diversas entre si, que deixaram um fértil legado imaginário.

A mitologia portuguesa engloba o conjunto de narrativas maravilhosas e lendas sobre personagens e suas façanhas, fenómenos naturais e objectos extraordinários ou regiões fantásticas, com características sobrenaturais, transmitidas de geração em geração, no decorrer dos séculos, tanto no campo literário como no da tradição oral.

A mitologia portuguesa tem como base a mitologia dos povos autóctones da Lusitânia pé-romana, legado este que não sobreviveu à conversão para o cristianismo, no entanto é possível que alguns elementos tenham sido preservados, e cristalizados, nos contos e tradições populares. A Mitologia lusitana que nos chega sob a forma de testemunhos esculpidos na pedra, revela a existência de uma miríade de divindades das quais se destacam Atégina, Bandua e Endovélico.

Após a conquista romana da península Ibérica e subsequente romanização, fruto de um lento processo de aculturação mais evidente a partir do século II d.c, os nomes das divindades indígenas são frequentemente latinizados pela sua similitude fonética ou simplesmente associados, pela similitude das funções e qualidades, aos deuses greco-romanos como por exemplo se verifica com o Ares Lusitani ou o Mars Cariocecus. O culto dos deuses romanos foi divulgado, principalmente, pelos burocratas da administração central e pelos militares. No entanto, Roma parece não ter imposto os seus deuses e práticas religiosas ás populações locais o que terá permitido uma certa tolerância ás crenças indígenas,que fez com que se desenvolvessem, de forma natural, fenómenos de aculturação, embora nos meios rurais, nas zonas mais afastadas dos grandes centros urbanos, os fenómenos de aculturação tivessem tido ritmos mais lentos o que favoreceu a permanência dos cultos indígenas e quase nenhuma influência romana nestas áreas.

Outras fontes importantes foram os autores greco-romanos que registaram algumas lendas como a do rei Luso fundador da Lusitânia , a lenda da fundação de Olissipo por Ulisses , ou a presença de nereidas e tritões na margem do rio Tejo.

A tolerância religiosa, irá deixar de existir ainda durante o Império Romano. Os cultos pagãos acabaram por ser proibidos motivados por interesses de ordem político-religiososa por parte do clero cristão a partir do momento em que o Império Romano assumiu o cristianismo como sua religião.

No contacto ente o paganismo e o cristianismo supõe-se que haja indícios de ter havido em alguns casos uma sobreposição de cultos, nomeadamente no culto à deusa Atégina que parece ter sido substituído pelo culto a Santa Eulália de Mérida, perseguida no período de Deocleciano, pela similitude dos epitáfios dedicados a ambas.

No século VI é evidente a existência de deidades pagãs «uns adoravam o sol, outros a lua ou as estrelas, outros o fogo, outros a água profunda ou os mananciais, acreditando que todas estas coisas não tinham sido criadas por Deus para uso dos homens, mas que tendo nascido por si mesmas eram deuses».

Diversos mitos e lendas foram criados durante a época histórica da criação da nacionalidade e a sua elaboração foi ganhando contornos mais elaborados ao longo das gerações.

Os mitos portugueses integram diversos tipos de narrativas, que nos revelam os aspectos da imaginação nacional portuguesa concentrada em torno do ciclo da da vida e da morte e das forças da natureza, com origem em diversas fontes:

O corpus mítico português contínua a constituir-se e densificar-se. Desde o século XIX que importantes contribuições foram feitas na recolha de contos, lendas e folclore.


Fonte

Alguns Deuses

Atégina - Deusa Tripla: da Natureza, da Cura e Infernal. Identificada pelos romanos por Prosepina, daí ser considerada mais tarde, de Deusa Infernal, que desaparece no Submundo para depois renascer. Deusa de Turóbriga (Betúria Céltica), sede do seu culto, provém do céltico Ate- (irlandês antigo Aith) e gena, que significa Renascida , sendo uma Deusa da fertilidade e dos frutos da terra, que renascem todos os anos, portanto ligada à Terra e ao Renascimento. Era-lhe também prestado um culto devotio, que consistia em invocar, através de certas fórmulas, divindades para prejudicar alguém (da simples praga até à morte). Era, contudo, também Deusa Curadora, como comprovam muitas inscrições. Tal como Endovélico, poderá ter sido a divindade principal de uma Trindade, a sul do Tejo, juntamente com um Arenito (Deus da Força) e de Quangeio(?) (Deus da Fertilidade).

Ares Lusitani – Deus adorado a Norte do Tejo. Os Lusitanos, segundo Tito Lívio e Estrabão, sacrificavam um bode e cavalos de guerra. É possível que exista uma estreita analogia entre a iniciação cavaleiresca e a simbólica do cavalo como veículo da demanda espiritual. Neste sentido, o cavalo era o símbolo do guerreiro, daquele que se eleva ao céu pelo seu triunfo ou pelo seu sacrifício.

Bandonga – Deusa conhecida por uma inscrição que contém uma interessante referência a um indivíduo de nome Celtius, podendo aqui referir não tanto um nome próprio mas mais um nome de proveniência étnica, isto é, “dos Celtas”. O nome da Deusa parece comprovar esta teoria, pois Band significa em celta “ordenar” ou “proibir”, mas também um prefixo feminino (ainda hoje usado na Irlanda, com por exemplo em Banshee).

Bormanico – Deus ou Génio tutelar das águas termais; equivalente a Esculápio. O seu nome significa “faço ferver”, isto é, a água que brota nas caldas. Esta entidade pode ter um carácter iniciatório. Com efeito, «na água tudo se “dissolve”, toda a “forma” se desintegra, a toda a “história” é abolida (…) A imersão equivale, no plano humano, à morte e no plano cósmico, à catástrofe (dilúvio) que dissolve periodicamente o mundo no oceano primordial (…) As águas possuem a virtude da purificação, de regeneração e de renascimento, porque mergulhado nela “morre” e, erguendo-se das águas, é semelhante a uma criança sem pecados e sem “história”, capaz de receber uma nova revelação (Eduardo Amarante, 1991).

Cariocecus – Deus Lusitano da Guerra, equivalente a Marte (Ares). Segundo Estrabão, “ofereciam um Bode e os prisioneiros e cavalos (de guerra?)”. Como é sabido, os Lusitanos: “Tinham presságios da inspecção das vísceras dos prisioneiros de guerra, para o que os cobrem com saios…; cortando a mão direita dos cativos, consagram-nas aos Deuses”.

Durbedicus – Nome decomposto em Durb (irl. ant. drucht, “orvalho”) + ed + icus, estes últimos sufixos comuns entre os celtas. Seria assim, “o Deus que goteja”, ou seja, um Deus ligado à àgua, de uma fonte ou do rio Avus, que passa perto de Ronfe, onde a inscrição foi encontrada.

Endovélico - O mais conhecido dos Deuses Antigos da Lusitânia, semelhante ao Deus celta Sucellus (lê-se Suke-los) de cujo o culto existem vestígios. O seu templo no outeiro de S. Miguel da Mota, perto de Terena no Concelho do Alandroal, no Alentejo, foi estudado abundantemente. Investigações recentes mostram que Endovellico está presente numa área geográfica maior do que se julgava e revelaram inclusive novos locais de culto de origem nitidamente indo-europeia, pelo que a atribuição de Endovellicus aos celtas é por muitos aceite. Leite de Vasconcelos explicou que o nome céltico Andevellicus, compara-o com nomes galeses e bretões, dando-lhe o significado “o Deus Muito Bom” curiosamente o mesmo espíteto do deus irlandês Dagda. Atribui-se-lhe a característica de Deus tópico do outeiro onde seu culto se realizava e também de um Deus da Terra e da Natureza. De origens antigas, foi no período celta que melhor se definiu (e daí o seu nome céltico), tendo os romanos prestado homenagem e culto, como se comprova pelos numerosos ex-votos por eles deixados. Endovélico poderá ter sido o Deus principal de uma Trindade juntamente comAtégina e um Runesocesius. As provas arqueológicas remetem-nos para uma divindade do mundo subterrâneo dotada para a profecia e protectora da vida após a morte. Arcanjo Miguel assume, posteriormente, o papel de Endovélico, como patrono de Portugal (Lusitânia).

Mars Cariociecus – Divindade local, cujo culto se fazia na região da Galiza (Tuy). Leite de Vasconcelos esgrime entre a hipótese do elemento cario provir do celta corio que significa corpo de tropas.

Navia - ou Nabia, Deusa tal como Tongoenabiagus, é uma divindade da Água, associada a rios, pois existem vários com esse nome em alguns lugares em que apareceram as inscrições onde também passam rios. Significa “água corrente”

Nantosvelta (Gaulesa) – Deusa da Natureza; esposa de Sucellus.

Runesocesius – Deus da região eborense referido como Runesus Cesius, sendo a segunda partícula um epíteto. Atribuem-lhe origem céltica e significa “O Misterioso” do irlandês antigo Run-, “mistério”, e/ou de “armado de dardo”, que seria o seu epíteto segundo um mote celta. Ora, “O misterioso” pode ser considerado “O Deus”, sendo assim Runesocesius “O Deus dos Dardos” ou “O Misterioso armado do Dardo”. O seu carácter guerreiro é indiscutível.

Sucellus (Gaulês) – Deus da Agricultura, das Forestas e das bebidas alcoólicas (é muitas vezes representado a carregar um barril de cerveja, (suspenso numa estaca), e um martelo de Deus. A sua consorte é Nantosvelta.

Tongoenabiagus – Deus da(s) fonte(s) dos juramentos, (o seu nome significa Deus da fonte que se jura). Existe na cidade de Braga uma fonte dedicada a este Deus, pelas promessas feitas junto da mesma. Compreende-se, portanto, que se fizeram juramentos por Ele, junto da fonte(s) da sua Invocação. E quem jurava, diria pouco mais ou menos o que num texto antigo da Irlanda acerca do festim de Bricriu (Fled Bricrend) se diz: “tong a toing mo thuath” (juro o que jura o meu povo). Compreende-se assim, que se fizessem juramentos por Tongenabiago, junto da fonte da sua invocação.

Trebaruna – Divindade inicialmente doméstica, passando depois para a sua função mais conhecida de Deusa Guerreira, da batalha e da morte em batalha. Muitas inscrições referem-se a esta característica da nossa deusa. O nome, explica-o d´Arbois de Jubainville, eminente celtista do princípio do século, porTrebo + runa, isto é, “Segredo da casa”.

Turiacus – Divindade dos Gróvios (povo de Entre-o-Douro-e-Minho), decompõe o nome em Turius +
acus, e compara-o com uma inscrição irlandesa (Tor í rí no tighearna). É um Deus Poderoso, relativo ao poder, pois tor, significa, Rei ou Senhor.


Fonte


Letra Musica Trebarusa dos Moonspell ( Curiosidade )

Trebraruna filha da Dor
Guerreira sagrada, Deusa do Amor
Trebraruna teu leito semente
Acolhe-nos agora num mui doce abraço
Trebraruna és Vida és Morte
da Lua és filha, dos Lobos consorte
Trebraruna pagão é teu ventre
Ansiado refúgio de quem ainda te sente
Viva!

Trebraruna és tu quem nos gera
Alimento teu seio d'Amor e de Guerra
Trebraruna a tua voz é
a melodia mais doce da nossa Terra
Trebraruna nós tuas crianças
Beijamos teus olhos cerrados com fervor
Trebraruna cantamos para ti
Somos teu eterno, fiel trovador


Espero que tenham gostado, sintam se livres para aumentar e comentar o topico xD

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Sailor Moon em Qua Jun 22, 2011 3:18 pm

Realmente achei bastante interessante. Temos sempre tendência a olhar para os celtas, os romanos, gregos... e esquecemos um pouco as nossas próprias raizes. É muito interessante conhecer o paganismo português desde os tempos mais remotos, sabendo que este não sobreviveu tão facilmente à perseguição da igreja católica como por exemplo nos paises nórdicos onde se encontra mais facilmente histórias e registos.

Mas é um facto que o paganismo também tem raizes em Portugal e até o próprio Camões agradece às ninfas do Tejo pela sua inspiração.
avatar
Sailor Moon

Sagitário Coelho
Mensagens : 570
Data de inscrição : 04/01/2011
Idade : 29
Localização : Alba

http://unicorniodadeusa.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Morrigan em Qua Jun 22, 2011 4:01 pm

Concordo contigo, Sailor moon, um post mt interessante.Smile Conhecia quase todos esses deuses, mas não com uma descrição tão profunda. Por exemplo por curiosidade, a deusa Navia deu os nomes aos Navios, assim por nós chamados. Embora quase todo o panteão derive de deuses celtas adaptados, onde trebaruna é o equivalente a Mórríghean. E realmente o nosso paganismo não sobreviveu tanto como nas regiões mais a norte, pois nós demos muito mais luta e fomos muito mais dificeis de conquistar, pelo que tomaram medidas contra o nosso povo que não tinham tomado nem na invasão da Bretanha. Os romanos , por exemplo, diziam que eramos como raposas, matreiros, engenhosos e que nos fundiamos com a floresta, sendo impossível nos capturar. Na realidade, quando os romanos feriam algum de nós, nós os deixávamos à porta dos seus quarteis, se lhes posso assim chamar, pois eles acreditavam que se não curassem alguém doente, mesmo inimigo, que fosse ter com eles, a doença ou o azar passaria para eles...lol Engenhosa como usávamos as suas crenças contra eles e a nosso favor...lol Mal um lusitano se curava, fugia dali para fora...lol E outro exemplo, os gregos chamavam Portugal de Ofiussa, terra das serpentes, porque diziam que o povo que lá habitava era duro, inteligente e letal como uma serpente, avisando mesmo todos os outros povos, para evitarem de passar por cá. Já por isso, pelo menos na zona onde vivo, quando alguém chama fiusa a outra pessoa, no sentido de ser esperta ou matreira, na realidade deriva de Ofiusso, habitante de Ofiussa...Smile Pronto, já me alonguei mt, mas era so por curiosidade...Smile

_________________
[
avatar
Morrigan
Cecidit munitus

Câncer Coelho
Mensagens : 673
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 29
Localização : Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Ash em Qua Jun 22, 2011 6:10 pm

Sailor Moon escreveu:Realmente achei bastante interessante. Temos sempre tendência a olhar para os celtas, os romanos, gregos... e esquecemos um pouco as nossas próprias raizes. É muito interessante conhecer o paganismo português desde os tempos mais remotos, sabendo que este não sobreviveu tão facilmente à perseguição da igreja católica como por exemplo nos paises nórdicos onde se encontra mais facilmente histórias e registos.

Mas é um facto que o paganismo também tem raizes em Portugal e até o próprio Camões agradece às ninfas do Tejo pela sua inspiração.
O facto não é do de haver pouca documentação sobrevivente da idade média, mas que o antigo paganismo da lusitania nah tem a mesma patrocinação do que as outras crenças politeistas. Nem foi revivido pelo neopaganismo.

Camões já veio depois de estas crenças, as suas crenças pagãs, ou pelo menos as suas referências na sua literatura advêm de uma revivência greco-romana, visto que ele apenas aspirava a criar uma história épica como as antigas épicas gregas sobre herois.

Já estava á espera que postasses isto, Jones, e digo que ainda tenho que ler muito sobre esta particular religião. Sei muito sobre o estrangeiro, mas nós temos histórias que conseguem ser melhores, mas que em vez de procurarmos aleatoriamente na internet temos que ler em suporte arcaico, como é que se chamam? "Livros"?
avatar
Ash

Sagitário Ovelha
Mensagens : 120
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 25
Localização : Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Convidad em Qua Jun 22, 2011 10:21 pm

Tb achei interessante, e decedi postar por ca, ja que nao tinha nada relacionado

Já estava á espera que postasses isto, Jones, e digo que ainda tenho que ler muito sobre esta particular religião. Sei muito sobre o estrangeiro, mas nós temos histórias que conseguem ser melhores, mas que em vez de procurarmos aleatoriamente na internet temos que ler em suporte arcaico, como é que se chamam? "Livros"?

arcaico? exprimenta e-book >.<

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Ash em Qui Jun 23, 2011 7:23 am

Davy Jones escreveu:
arcaico? exprimenta e-book >.<

avatar
Ash

Sagitário Ovelha
Mensagens : 120
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 25
Localização : Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Convidad em Qui Jun 23, 2011 8:10 am

spam, rofl
boa sorte a fazeres um ctrl + c e um ctrl + v arcaicamente xD

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Nunnus em Dom Jun 26, 2011 6:01 pm

Morrigan escreveu:Concordo contigo, Sailor moon, um post mt interessante.Smile Conhecia quase todos esses deuses, mas não com uma descrição tão profunda. Por exemplo por curiosidade, a deusa Navia deu os nomes aos Navios, assim por nós chamados. Embora quase todo o panteão derive de deuses celtas adaptados, onde trebaruna é o equivalente a Mórríghean. E realmente o nosso paganismo não sobreviveu tanto como nas regiões mais a norte, pois nós demos muito mais luta e fomos muito mais dificeis de conquistar, pelo que tomaram medidas contra o nosso povo que não tinham tomado nem na invasão da Bretanha. Os romanos , por exemplo, diziam que eramos como raposas, matreiros, engenhosos e que nos fundiamos com a floresta, sendo impossível nos capturar. Na realidade, quando os romanos feriam algum de nós, nós os deixávamos à porta dos seus quarteis, se lhes posso assim chamar, pois eles acreditavam que se não curassem alguém doente, mesmo inimigo, que fosse ter com eles, a doença ou o azar passaria para eles...lol Engenhosa como usávamos as suas crenças contra eles e a nosso favor...lol Mal um lusitano se curava, fugia dali para fora...lol E outro exemplo, os gregos chamavam Portugal de Ofiussa, terra das serpentes, porque diziam que o povo que lá habitava era duro, inteligente e letal como uma serpente, avisando mesmo todos os outros povos, para evitarem de passar por cá. Já por isso, pelo menos na zona onde vivo, quando alguém chama fiusa a outra pessoa, no sentido de ser esperta ou matreira, na realidade deriva de Ofiusso, habitante de Ofiussa...Smile Pronto, já me alonguei mt, mas era so por curiosidade...Smile

Não te alongaste nada! Smile
São boas estas curiosidades! E enriquecem muito alem da pouca informação que ainda existe!
Bom tópico!
Smile

Tenho procurado saber mais a cerca da mitologia lusitana.
Algeum me sabe indicar alguns sites ou alguns livros a cerca?
avatar
Nunnus

Aquário Cavalo
Mensagens : 81
Data de inscrição : 01/05/2011
Idade : 27
Localização : Lousada

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Morrigan em Dom Jun 26, 2011 6:08 pm

Pois, livros não conheço, só mesmo alguns documentos soltos e assim. Mas posso indicar um que conheço:

http://libro.uca.edu/mckenna/pagan1.htm

hope it helps

Smile

_________________
[
avatar
Morrigan
Cecidit munitus

Câncer Coelho
Mensagens : 673
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 29
Localização : Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Nunnus em Dom Jun 26, 2011 6:42 pm

Ajuda qualqier coisita! Smile
Obrigado! Smile
avatar
Nunnus

Aquário Cavalo
Mensagens : 81
Data de inscrição : 01/05/2011
Idade : 27
Localização : Lousada

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Enarta em Ter Jun 28, 2011 2:06 am

Ahah gostei bastante da Atégina o meu nome significa o mesmo ^^
avatar
Enarta

Libra Ovelha
Mensagens : 146
Data de inscrição : 12/06/2010
Idade : 25
Localização : Leiria/Covilhã

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Alva Möre em Ter Jul 05, 2011 12:53 am

Bem, das minhas pesquisas sobre a temática, já encontrei alguns sites. Este por exemplo deve ter sido alvo de muito estudo. Confesso que da tradição ibérica conheço mais do que vivi em rituais do que em estudo (daí que esteja a trabalhar nesse sentido).

Acrescento também uma particularidade às tradições ibéricas: prendem-se, na sua maioria ao local. Apesar de consegurimos distinguir deuses conhecidos em grandes áreas do território, cada comunidade tinha as suas divindades patronas, que só se manifestavam, ou só eram cultuadas naquele local. Daí se explica a quantidade de divindades registadas ao longo do nosso território, como no caso de Benavila, uma freguesia alentejana pertencente ao município de Avis, onde se ergue a capela de Nossa Senhora d'Entre Águas que apresenta na fachada situada a Este um cipo romano com uma inscrição que refere um agradecimento a Lobesa, tida como a deusa protectora das águas, e da qual não há mais nenhum registo de culto.
avatar
Alva Möre

Aquário Tigre
Mensagens : 29
Data de inscrição : 02/07/2011
Idade : 30
Localização : Minde

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Convidad em Ter Jul 05, 2011 11:41 am

Acrescento também uma particularidade às tradições ibéricas: prendem-se, na sua maioria ao local. Apesar de consegurimos distinguir deuses conhecidos em grandes áreas do território, cada comunidade tinha as suas divindades patronas, que só se manifestavam, ou só eram cultuadas naquele local. Daí se explica a quantidade de divindades registadas ao longo do nosso território, como no caso de Benavila, uma freguesia alentejana pertencente ao município de Avis, onde se ergue a capela de Nossa Senhora d'Entre Águas que apresenta na fachada situada a Este um cipo romano com uma inscrição que refere um agradecimento a Lobesa, tida como a deusa protectora das águas, e da qual não há mais nenhum registo de culto.

agora fizes te me lembrar uma coisa,
a entrada das localidades antigamente era ( ainda existem xD ) colocada uma capelinha com um santo para a proteçao da localidade
normalmente isso nota se mt nas pequenas freguesias, pois como nao houve tanta expansao industrial as capelas ainda tao colocadas a entrada =D
ou algo do genero xD

talvez as divindades pagas tenham sido progressivamente trocadas pelas cristas xP

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Morrigan em Ter Jul 05, 2011 12:23 pm

Isso não seria algo raro...lol Por exemplo, a deusa celta Brigid foi transformada em Sta. Brigida, padroeira da Irlanda.

_________________
[
avatar
Morrigan
Cecidit munitus

Câncer Coelho
Mensagens : 673
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 29
Localização : Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Convidad em Ter Jul 05, 2011 7:20 pm

eu tenho uma capelinha aqui na zona. e naquela decoraçao dourada mesmo por baixo do sacrario tem uma cara =D
era quase capaz de apostar a minha alma como aquilo é um green man


mt parecido so que em talha dourada =O

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Alva Möre em Ter Jul 05, 2011 7:24 pm

agora fizes te me lembrar uma coisa,
a entrada das localidades antigamente era ( ainda existem xD ) colocada uma capelinha com um santo para a proteçao da localidade
normalmente isso nota se mt nas pequenas freguesias, pois como nao houve tanta expansao industrial as capelas ainda tao colocadas a entrada =D
ou algo do genero xD

talvez as divindades pagas tenham sido progressivamente trocadas pelas cristas xP

Faz todo o sentido Smile Até porque, reparando no caso de Benavila, a Capela é atribuída á Nossa Senhora d'Entre Águas naquele que outrora foi o território da Deusa Lobesa das águas. Sem coincidências, certo? Smile Mais casos destes devem abundar.

E esse costume de ter um patrono em cada localidade, tem tanto a ver com a necessidades dos locais de prenderem uma santo à terra como protecção como também mexe naquela que é uma lei antiga ibérica de hospitalidade e de protecção dos viajantes Smile
avatar
Alva Möre

Aquário Tigre
Mensagens : 29
Data de inscrição : 02/07/2011
Idade : 30
Localização : Minde

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Ash em Ter Jul 05, 2011 10:22 pm

Davy Jones escreveu:
Acrescento também uma particularidade às tradições ibéricas: prendem-se, na sua maioria ao local. Apesar de consegurimos distinguir deuses conhecidos em grandes áreas do território, cada comunidade tinha as suas divindades patronas, que só se manifestavam, ou só eram cultuadas naquele local. Daí se explica a quantidade de divindades registadas ao longo do nosso território, como no caso de Benavila, uma freguesia alentejana pertencente ao município de Avis, onde se ergue a capela de Nossa Senhora d'Entre Águas que apresenta na fachada situada a Este um cipo romano com uma inscrição que refere um agradecimento a Lobesa, tida como a deusa protectora das águas, e da qual não há mais nenhum registo de culto.

agora fizes te me lembrar uma coisa,
a entrada das localidades antigamente era ( ainda existem xD ) colocada uma capelinha com um santo para a proteçao da localidade
normalmente isso nota se mt nas pequenas freguesias, pois como nao houve tanta expansao industrial as capelas ainda tao colocadas a entrada =D
ou algo do genero xD

talvez as divindades pagas tenham sido progressivamente trocadas pelas cristas xP

Para alêm de Jebus ter nascido coincidentalmente no solsticio de Inverno, um dia de celebração pagãi, muitas outras divindades nasceram neste dia, como por exemplo Horus, que é tecnicamente um deus de paganismo. Nah é novo que o cristianismo englobe ideais exteriores, até é muito comum para todas as religiões pois este tipo de adaptações faz as conversões mais fáceis.
avatar
Ash

Sagitário Ovelha
Mensagens : 120
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 25
Localização : Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Uma deusa como venus?

Mensagem por Convidado em Seg Abr 16, 2012 8:07 am

Tinha escrito um longo texto e apagou se tudo! D: devido a isso, sinto uma crescente frustraçao na nuca & faço directamente a pergunta :p
Existe alguma deusa lusitana (lusitanica?) com os atributos de aphrodite ou freyja (que para mim sao de certa forma representantes do mesmo conceito)?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Nantumaurus em Seg Abr 16, 2012 1:59 pm

greenlove92 escreveu:Tinha escrito um longo texto e apagou se tudo! D: devido a isso, sinto uma crescente frustraçao na nuca & faço directamente a pergunta :p
Existe alguma deusa lusitana (lusitanica?) com os atributos de aphrodite ou freyja (que para mim sao de certa forma representantes do mesmo conceito)?

Como versado no assunto, agora assim muito de repente que me lembre não! Laughing
Espreita aqui: http://revvane.com.sapo.pt/panteaodeus.html

Não me tinha apercebido da existencia deste topico, tenho que o ler melhor!
avatar
Nantumaurus

Aquário Cavalo
Mensagens : 90
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 39
Localização : Ophiussa

http://lusitaniaecastrum.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Lifebringer em Seg Abr 16, 2012 2:05 pm

Nantumaurus esse site foi direitinho para os meus favoritos. Bom trabalho para quem reuniu essa informação lá. Confesso que não fazia ideia que havia tanta variedade no "Panteão português" se assim se pode dizer, principalmente visto que tivemos tantas diferenças externas e por tantas vezes adaptamos deuses de outras culturas ao invés de termos o nosso próprio panteão. Achei bastante interessante.
avatar
Lifebringer
Administrador

Peixes Serpente
Mensagens : 277
Data de inscrição : 12/06/2010
Idade : 28
Localização : Toruń

http://portugalpagao.pt.vu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Nantumaurus em Seg Abr 16, 2012 2:11 pm

Lifebringer escreveu:Nantumaurus esse site foi direitinho para os meus favoritos. Bom trabalho para quem reuniu essa informação lá. Confesso que não fazia ideia que havia tanta variedade no "Panteão português" se assim se pode dizer, principalmente visto que tivemos tantas diferenças externas e por tantas vezes adaptamos deuses de outras culturas ao invés de termos o nosso próprio panteão. Achei bastante interessante.

Agora tava longe! Ainda não conhecias aquilo? Laughing Já tentei entrar em contacto com eles, mas não consigo, eu e mais gente. Embora se queres a minha opinião acho-os um pouco fanáticos de mais para o meu gosto. Tipo passaprote lusitano o quererem a idependencia, etc. Tás a ver este tipo de coisas engraçadas, não tás?
avatar
Nantumaurus

Aquário Cavalo
Mensagens : 90
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 39
Localização : Ophiussa

http://lusitaniaecastrum.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Lifebringer em Seg Abr 16, 2012 2:17 pm

Ui disso não fazia ideia... independencia wtf! E eu a pensar que era só a Madeira Razz
avatar
Lifebringer
Administrador

Peixes Serpente
Mensagens : 277
Data de inscrição : 12/06/2010
Idade : 28
Localização : Toruń

http://portugalpagao.pt.vu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Convidado em Seg Abr 16, 2012 2:22 pm

Ah obrigada!! Orientou me para Tanira e fui ter aqui:
http://www.pt.paganfederation.org/ccg.htm
É giro :p

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Nantumaurus em Seg Abr 16, 2012 4:10 pm

greenlove92 escreveu:Ah obrigada!! Orientou me para Tanira e fui ter aqui:
http://www.pt.paganfederation.org/ccg.htm
É giro :p

Ora aqui sim está algo que me parece fiavel e fidedigno com os parametros do paganismo!
Vejam lá bem que nem é preciso passaporte nem desbatizar! Eu por acaso não sou batizado, mas para os que são dariam muito trabalho. Cuidado com o que anda por aí na net, tirem o util, mas pelos deuses deixem lá ficar o lixo. Laughing
Alguem aqui do forum pertence ou conhece a fundo a PFI ?
A parte das tradiçoes está excelente, nem eu mesmo consegui expor no meu blog tão bem como eles os vários aspectos das diversas tradiçoes. Está tudo muito profissional, por assim dizer, por outras palavras genuino! Tal como eu gosto! Cool

A porpósito, Tanira foi o nome que decidi atribuir à esposa/mulher do personagem principal do romance em que estou a trabalhar. Conseguir nomes lusitanos para homens até que não foi dificil, já para mulheres vi-me grego. Assim tal como hoje andam para aí muitas Marias de Lurdes e Marias de Fátimas, assim como Jorges Jesus, estou convicto que os nossos antepassados também atribuiriam nomes de divindades às suas criancinhas, tais como Ana, Ebura, Tanira, Laneana, etc. Já agora para quem não sabe, Nantumaurus é um nome lusitano. Assim como Viriathus, Tautalus, Balaesus, Lubaurus, Caturis, etc, etc,
avatar
Nantumaurus

Aquário Cavalo
Mensagens : 90
Data de inscrição : 15/03/2012
Idade : 39
Localização : Ophiussa

http://lusitaniaecastrum.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Convidado em Seg Abr 16, 2012 4:29 pm

^_^ ai o menino é escritor??
Eu apenas puz o link para a parte dos deuses, o resto nem li...
Nomes lusitanos femininos. Bem dificil, imagino!!
Tinha um bonito... Navia e tambem Reva.

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Deuses Lusitanicos

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum