Magia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Magia

Mensagem por Sailor Moon em Sex Jan 07, 2011 11:28 pm

Gostava de discutir aqui um bocadinho sobre magia e começar pela sua própria definição, que por si só já dá pano para mangas. Já encontrei algumas definições de magias bastante interessantes. Um delas foi a seguinte "A Magia é o Caminho do Conhecimento, o conhecimento é sustentado por 4 pilares, são eles a Ciência, domínio da matéria, a Arte, domínio das emoções, a Filosofia, domínio da mente e a Fé, domínio do espírito", achei um pouco rebuscada, mas bastante interessante uma vez que assenta em 4 pilares e cada um relacionado com os 4 elementos.

Contudo acho que uma das primeiras definições que li sobre magia foi algo como "A Magia é a ferremanta utilizada para alterar a realidade consoante a nossa vontade". Esta definição lembras-me a cena do livro "O Segredo" onde fala que os nossos pensamos atraem aquilo que queremos para nós. Acho muito parecido porque, dizem que quanto maior a concentração da pessoa maior a possibilidade de a magia praticada resultar. Isso porque a pessoa está a atrair aquilo que deseja para ela através da Lei da atracção.

Acho interessante a forma em que está tudo relacionado. Estas ligações, a nossa energia... enfim. Gostaria de saber a vossa opinião sobre o assunto. Se têm outras definições de magia. O que é a magia no final de contas? Será que é mesmo "aquilo que a ciência ainda não consegue explicar"? Ou é mais alguma coisa? Digam-me o que vocês acham.
avatar
Sailor Moon

Sagitário Coelho
Mensagens : 570
Data de inscrição : 04/01/2011
Idade : 30
Localização : Alba

http://unicorniodadeusa.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Taýr Mirellë em Sab Jan 08, 2011 2:42 pm

"Contudo acho que uma das primeiras definições que li sobre magia foi algo como "A Magia é a ferremanta utilizada para alterar a realidade consoante a nossa vontade". Esta definição lembras-me a cena do livro "O Segredo" onde fala que os nossos pensamos atraem aquilo que queremos para nós. Acho muito parecido porque, dizem que quanto maior a concentração da pessoa maior a possibilidade de a magia praticada resultar. Isso porque a pessoa está a atrair aquilo que deseja para ela através da Lei da atracção."

Tu enunciaste o que para mim é a magia, acho-a a definição mais lógica e compreensível. Não se pode simplesmente fazer um feitiço e puff - a magia cria a oportunidade de mudarmos algo na nossa Vida, o resto fica ao encargo das nossas atitudes daí em diante. É assim que vejo as coisas.
avatar
Taýr Mirellë
The Black Panther

Peixes Boi
Mensagens : 485
Data de inscrição : 02/01/2011
Idade : 104
Localização : Lusitânia Lunar

http://nyankoyue.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Ookami em Sab Jan 08, 2011 10:41 pm

Eu tenho de concordar mais com a tua segunda parte Sailor moon tal como a Taýr mas mesmo assim queria acrescentar alguns pontos.
Mas antes de chegar a isso eu tenho um comentário para fazer sobre a primeira descrição que encontraste.
Enquanto os quatro pilar tão descritos de forma uma forma lógica e linda, não concordo com o seu funcionamento de magia. I believe they are well defined but not correctly defined which can be a problem. It is a bad example but this can lead to you adding sulfuric acid to your food because someone described it as “vinegar”.
Os antigos a muitos anos atrás já tinham noção que a magia (naquele tempo) era as ciências ou leis da natureza ainda não processadas e descritas ao pormenor para o nosso uso. Então descrever ciência como algo puramente físico, já esta a limitar a mente e o processo de entendimento do praticante.
E enquanto as emoções têm como sua representação física as artes na realidade são algo sentido tal como os trabalhos do espírito. E tem uma função na magia mais relacionada/parecida com o pensamento.
A energia tem vários aspectos e "casas" que podemos usar para classificar e separar, fazemos isto para que podemos organizar, ensinar, descrever e usar em segurança algo que nos interessa.
Na minha opinião e conhecimento por muito insignificante que podem chegar a ser. A primeira descrição é uma frase poética que brinca com o tópico de tal forma que dá a imagem de ser verídica quando não é. Eu digo isto não de forma ofensiva ou agressiva, puramente objectiva.
If my fellow witches were to do Works believing and trying to apply this, it might cause a lot of problems, hence why I am taking it a seriously. In the rare case that someone doesn't understand, I can explain this more clearly.

E eu sei que não é o caso com as boas pessoas deste fórum mas ainda á grupos que ensinam que a magia nas suas imensas variações é algo que é sobrenatural e fora do alcanço de qualquer mortal, algo só para que é especialmente escolhido e nasce fora das leis da nossa realidade. Eu não sou de acordo.

Eu vou continuar com a minha opinião sobre o que é magia mas primeiro quero que alguém diga algo porque não quero escrever um segmento demasiado grande. Assim parto em duas etapas.
avatar
Ookami

Libra Serpente
Mensagens : 444
Data de inscrição : 05/01/2011
Idade : 28
Localização : Eden

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Sailor Moon em Dom Jan 09, 2011 9:31 pm

Ok Ookami agora fiquei curiosa sobre a tua definição de magia.

Eu concordo com vocês, para mim a definição que diz que "A Magia é a ferremanta utilizada para alterar a realidade consoante a nossa vontade" é talvez aquela que melhor se adapta à minha forma de ver as coisas. Ums coisa que achei bastante interessante foi exactamente essa ligação que fiz com o livro de "O Segredo", proque o livro não fala de rituais ou de feitiços, apenas refere que o nosso cérebro consegue tornar os nossos desejos em realidade através da lei da atração. E eu fiquei a pensar, "então se um pensamento banal tem a capacidade de atrair coisas para nós, imaginem o que não fará um ritual que é feito com todo o sentimento e com toda a concentração?" É como se, enquanto um pensamento fala, um ritual ou um feitiço gritam ao universo a nossa vontade. Logo os feitiços e os rituais não são necessários para mostrar ao universo a nossa vontade, porque isso conseguimos fazer através de meros pensamentos, mas são talvez formas de nos conectarmos mais facilmente com as energias do universo, de nos concentra-mos única e exclusivamente naquele desejo, criando uma ligação muito maior do que um simples pensamento. E quanto maior a entrega num ritual ou num feitiço, maior a sua probabilidade de concretização através da lei da atração.

É de facto muito interessante estas ligações, ver como tudo está interligado e até o próprio Dan Brown chegou a esta conclusão, invocando a biblía para sustentar esta teoria.

Agora tu Ookami, diz-nos lá a tua segunda parte. Estou curiosa
avatar
Sailor Moon

Sagitário Coelho
Mensagens : 570
Data de inscrição : 04/01/2011
Idade : 30
Localização : Alba

http://unicorniodadeusa.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Ookami em Seg Jan 10, 2011 2:40 am

Muito Obrigado ^^

Estás exactamente no processo de pensamento correcto.

O meu estudo e a minha prática levaram-me a perceber a magia como uma ciência oculta (no sentido de não estar bem descoberta) por assim dizer.
Quando nos usamos magia estamos a invocar muitos variáveis. Por um nos estamos a usar a lei de atracão como estavas a indicar. E a tua comparação de um pensamento para um ritual estava muito bem-feita. O ritual como é algo que fazemos concentrando um pensamento ou “objectivo” até o nosso máximo e quando é em grupo ainda mais. Tem uma força de atracão intensa. Logo resultados são quase garantidos.

Depois é o factor de energia. Eu vou usar um termo que a vivian gosta muito mas que eu detesto porque facilita a teoria um pouco. A alquimia. A transmutação de energia.
Nós nos rituais usamos palavras, armas, pedras e muitas outras ferramentas. Ao fazer estas acções nós estamos a transmutar a energia da ferramenta (sentido objectivo) e/ou a nossa própria energia usando a ferramenta para que ela se transforme num facilitador para que o nosso objectivo venha cair nas nossas mãos. Ou no objectivo em si, um pouco com pagar o preço certo para aquilo que queremos mas em energia (this is more of an analogy for making it easier to learn than a definition of what happens, the definition was the first part about “alquemia”)
É este factor que as artes sacrificais e trabalhos negros usam como principal catalisador para a sua magia. E o maior tema de pesquisa para os cultos. Porque quando pagas mais é obvio que o retorno também vais ser mais intenso.

Só neste factor eu podia escrever um livro então se tiverem perguntas eu explico melhor em pessoa para poupar tempo. (emoções, artefactos, rituais de varias camadas… so on so forth.)

O terceiro factor é a tal fé
A força de ser de uma pessoa não é algo fácil de definir e não é a mesma coisa que o pensamento.
Com muito estudo já foi definido que a acção de acreditar genuinamente no resultado do teu ritual/trabalho é em sim um elemento á parte que influencia também os resultados.
Eu não tenho termos técnicos para explicar este fenómeno. Simply put - A diferença de uma pessoa que pensa que vai ter resultados é muito diferente de uma pessoa que duvida.

E a diferença de uma pessoa que sabe que vai ter resultados (ausência de duvida por completo) e o mago que dá valor á magnitude de força que o seu trabalho tem (ausência de duvida e confiança que o seu trabalho dá resultados ilimitados) é a diferença de um presidente para um rei. Posso explicar melhor a analogia.


Há do meu conhecimento mais dois elementos, O quinto elemento é supremo ou divino que é supostamente fora do nosso controlo. A escolha de os deuses, o plano astral, destino.

O quarto elemento ainda estou a estudar para que o perceba melhor então não vou falar de algo que não consigo ainda esclarecer duvidas mas por alto é a “qualidade” da nossa alma.

Eu não os pus em ordem específica, o quito pus como ultimo porque eu acredito que é o que temos menos controlo e que como tal deve ter o lugar de mais respeito.
O que eu acabei de escrever não é a única teoria de magia. È a mais usada e divulgada.
Com isto eu quero dizer que enquanto boa não é completa e ainda tem muito para evoluir.
Isto é a minha explicação simplificada de magia.
Sorry for the length. I could not simplify any more without losing the essence. 1. Direction 2. Energy 3.Result 4.Self 5.Gods


Edit*
Eu vou ter de explicar melhor a teoria parte por partes porque considero a minha simplificação uma destroção (distortion) monstruosa do assunto.
Segundo eu quero explicar que magia é sentida e vem a nós de forma natural. Estou preocupado que a minha descrição por ser um pouco cientifica, da a sensação que é algo robótico e completamente controlado ou forçado.

avatar
Ookami

Libra Serpente
Mensagens : 444
Data de inscrição : 05/01/2011
Idade : 28
Localização : Eden

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Sosai Wakasaki em Qua Fev 02, 2011 1:07 pm

*Sosai Casts Phoenix down on the topic!* <- Piada nerd....

Bem, já tive aqui para escrever algumas vezes, mas acabava sempre por me esquecer...

Bem, para mim a magia é muito simplesmente como força bruta. Força bruta, a nível informático, é tentar fazer alguma coisa, tentando todos os modos possíveis, até um programa dar. A magia é exactamente isso: quando alguma coisa está a falhar e não estás a conseguir resolver de uma maneira normal, então entrasse em "berserker mode" e manda-se tudo através de força bruta.
Vejo um pouco como uma porta fechada aquilo que nós queremos, e a magia uma chave universal. É um óptimo modificador das realidades e dos destinos possíveis. No entanto não nos poderemos debruçar somente sobre ela se queremos que algo seja mudado. Pois usámos a chave, mas nós próprios temos que atravessar a porta Razz

Pessoalmente para mim a magia não tem nenhum meio próprio para ser criado, alguma forma. Não é criada através de regras, não é preciso de círculo mágico, velas, incensos e afins (claro está que esse tipo de coisas pode ajudar em muito, mas acho que no sentido mágico o físico não conta tanto, mas sim o que vai dentro de nós). Muitas vezes a magia pode estar contida num simples gesto, ou numa palavra do dia-a-dia.

_________________
avatar
Sosai Wakasaki
I haz banhammer but I iz MIA

Capricórnio Serpente
Mensagens : 928
Data de inscrição : 13/06/2010
Idade : 27
Localização : Braga

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Fenix Dourada em Qua Fev 02, 2011 1:26 pm

Acho que o que retrata bem o conseguirmos realizar a magia é o trabalho arduo aproveitando os simbolos que dispomos para programarmos a mente para os efeitos que desejamos, quando o atingirmos, ja não será mais necessario; quem viu o aprendiz de feitiçeiro, consegue entender bem isso: ele precisava do anel para o ajudar a desenvolver a sua mente, depois de ja estar preparado, ja não necessitava dele; Penso que é exactamente isso que nós fazemos se não formos "hermeticos" e com talas nos olhos como alguns covens, podermos todos voar consoante os nossos desejos, vontades e essencia.... evoluirmos e para isso cada um terá uma forma diferente de la chegar...
avatar
Fenix Dourada

Touro Galo
Mensagens : 220
Data de inscrição : 10/01/2011
Idade : 48
Localização : Planeta Gaia

https://sites.google.com/site/fenixdourada2012/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Amitiel Pandora em Qui Fev 10, 2011 5:32 pm

Aqui estou mais de acordo com o que o Sosai e Fénix disseram....

Às vezes nós queremos definir tanto que sentimos e experenciamos menos. Magia existe em tudo e em todos.

Agora o que eu gostei mesmo foi da "força bruta", Sosai x'D acho que disseste muito em poucas palavras e como eu também gosto muito de fazer isso tenho que concordar que também dá para a ajuda da definição de magia..... mas foi mesmo brutal :'D

E reforçando o que a Fénix disse, tudo o resto que diz respeito à magia, sobre materiais e procedimentos serve como guia para atingirmos o estado de "Atracção" à nossa volta.

No entanto, o Ookami referiu algo como "qualidade" da alma. Apesar de referires que ainda estás a estudar o assunto e que desse modo não poderás esclarecer as dúvidas confesso que fiquei curiosa. Sou da opinião que a alma de uma pessoa define a sua magia.
avatar
Amitiel Pandora

Capricórnio Dragão
Mensagens : 293
Data de inscrição : 24/01/2011
Idade : 28

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Ookami em Qua Mar 02, 2011 1:52 pm

Enquanto não vou discordar considero que há mais para dizer sobre o assunto.

Magia sim está dentro de todos nós mas eu estou do lado do Senhor Crowley no seu ponto de vista que magia não é algo religioso nem algo só de desejos. A magia é um conjunto de ciências, regras e leis que quando usadas correctamente com “tools” nos permite ter um efeito.
E como tal as capacidades que precisamos para utilizar são as mesmas capacidades que fazem um bom fisicista ou técnico de química(chemist).

É claro que querer e saber manipular ou criar fenómenos com o nosso “willpower” é algo forte, mas ao mesmo tempo a magica é algo muito mais vasto e que se pode evoluir e amplificar de as mais varias maneiras. Logo por tudo dentro do mesmo saco é na minha opinião é uma escolha, e uma que eu preferia evitar.

Para poderem perceber eu estudo magia e ritualismo para perceber como funciona e para tentar encontrar maneiras da explicar e trazer á luz por assim dizer o que ainda é considerado por muitos como algo oculto e subnatural (something alot of people still fight to keep secret). Então não tenho interesso nenhum em tornar magia algo de fantasia nem de cortar cantos. Por isto eu peço que tenham paciência comigo porque as vezes vou dizer algo mais crítico ou ser um pouco insensível. Please understand I do this not because of spite but because my Outlook towards the subject is a lot more scientific.

With all that said, sosai tinhas razão. A magia muitas vezes é fazer as coisas á força bruta.

E enquanto ao ponto feito por a Fénix. Sim tens razão que muitos dos objectos são catalisadores para a focagem da nossa mente mas não te esqueças que os materiais físicos tem propriedades específicas que também alteram ou tem efeitos em si. E certos símbolos acordam ou fazem de “trigger” para reacções na nossa mente e mundo de forma não ainda explicável. O que tem mais haver com a geometria divina e coisas assim.
Então os objectos físicos não podem ser visto de forma tão plana. The universe is large and even though we are part of the whole and the one, it is not an excuse to think ourselves so important. Every little thing has its own power and will, we cannot be so self centered in our vision.
avatar
Ookami

Libra Serpente
Mensagens : 444
Data de inscrição : 05/01/2011
Idade : 28
Localização : Eden

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Lifebringer em Qua Mar 02, 2011 7:30 pm

Isto levanta muito uma questão sob a qual por acaso já tive algumas conversas não vai há muito tempo.

Existem duas maneiras de abordar a magia, ou "dois tipos de magia" se preferirem apesar de eu não gostar de usar esse termo pois no fundo ambos partem do mesmo, e a origem de ambos é a mesma.

Existe a magia como o Ookami falou, mais estudada e trabalhada quase como uma ciência, e cheia de simbologia. Nessa abordagem é essencial para que o trabalho mágico ou ritual corra bem que todos os elementos, instrumentos e símbolos usados estejam bem organizados, e que todo o método estruturado funcione na perfeição. É muito aquilo a que chamamos "magia ritual" e faz muito uso da simbologia. Os símbolos e respectivos significados e energias vão dar força ao trabalho mágico a ser efectuado. É aquela típica magia dos grandes rituais (muitas vezes em grupo), ou dos grandes alquimistas ligados ao oculto na idade média e renascentista na Europa, ou mesmo como o Ookami disse, de Crowley.

E existe também aquela "típica magia da bruxa na casinha da floresta", mais "do povo", mais "força bruta" como o Sosai referiu, muito mais simples e na base do emocional e da "energia em bruto". Essa é muito mais na base da energia em si e a força com que a conseguimos enviar, como disse é muito mais na base do emocional e da força que conseguimos criar com essas energias... Essa abordagem é a de uma magia simples e forte, muito "straight to the point" e sem grandes simbologias ou estruturas. É mais aquela típica magia dos "curandeiros", ou como disse da "bruxa da casinha na floresta", do "conhecimento popular" ou tradicional.

Conforme já pude discutir esse tema com outras pessoas, a perspectiva que uma pessoa toma não é tão relevante com isso, porque alguns podem funcionar melhor de uma maneira e outros de outra. Ambas funcionam e muito bem, se se souberem usar. Eu pessoalmente dou-me muito melhor com a segunda (com um pouquinho da primeira por vezes), há pessoas que funcionam muito melhor ao contrário.

A questão aqui é que, numa definição muito muito "básica", magia é o acto de "canalizar energia numa direcção", e nesse aspecto para que funcione, é preciso 2 coisas muito importantes: a energia (para canalizar nessa tal direcção) e o meio de comunicação (para estabelecer melhor contacto entre essa energia e essa direcção). A simbologia toda que se usa na magia é precisamente isso, um "meio de comunicação", uma espécie de "linguagem" entre o humano e o Divino. Ou seja, ao usar um ritual bem estruturado e com simbologia forte (nem precisa de ser muita, basta estabelecer bem essa ligação) o praticante da magia está a investir nessa segunda componente, o meio de comunicação. Está a criar um meio de comunicação o mais forte possível para que através dele a energia chegue imediatamente onde quer chegar.
Já no segundo "tipo de magia" que referi o praticante investe na primeira componente, a energia, tornando-a o mais forte possível para que a magia actue com a maior força possível. Daí ambos os métodos funcionarem e bastante bem se os souberem usar.

Como uma analogia, imaginem por exemplo um computador ligado à internet por um cabo, que liga o modem ao PC. Podem ser feitas duas coisas para melhorar a ligação desse computador e obter uma internet mais rápida/eficaz. Pode-se melhorar a potência na origem (arranjar uma internet já de si mais rápida), ou pode-se arranjar um cabo melhor, para que a ligação entre esse modem e o PC seja feita melhor e de maneira mais directa, perdendo-se menos velocidade assim. Ambos irão resultar numa melhoria da velocidade. Nesta analogia, o "arranjar uma internet mais rápida" corresponde ao bruxo menos simbólico, e focado mais em "enviar energia o mais forte possível", e "arranjar um cabo melhor" consiste no bruxo mais simbólico, que se foca em estabelecer a ligação ideal.

É tudo uma questão de ver a maneira com que funcionamos melhor e que intuitivamente nos puxa mais também.
avatar
Lifebringer
Administrador

Peixes Serpente
Mensagens : 277
Data de inscrição : 12/06/2010
Idade : 28
Localização : Toruń

http://portugalpagao.pt.vu

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Ookami em Qui Mar 03, 2011 2:33 am

Com todo o respeito eu vou de estar contra ti neste ponto.
A magia que me refiro não é especificamente uma dessas, muito por o contrário é as duas. Eu simplesmente cria evitar simplificações que destorcem informação logo não posso deixar que ideias como “pensar e querer é a formula mais simples e pura de magia” saem da minha boca ou que sejam ditas sem eu debutar.

Até agora já houve pessoas que com o seu trabalho distinguiram as mais várias classificações para magia, eu não vou entrar nisso. Por acaso eu acho que até dava para um bom tópico.

O que considero ser o mais relevante são os vários elementos que levam a criar as diferenças entres a classificações. Like you said white, in a general term magic is communication, I see that there are various ways that we can transmit data from point A to point B. I seek to understand the how and why behind the different methods. Rather than just being good at using them.
Os curandeiros caseiros e do povo diferem muito não te esqueças. Alguns trabalham como médiuns para os seus guardiões ou guias poderem ajudar pessoas. Outros por simples fluxo energético. Cada um de a sua forma específica. Logo a magia caseira também é algo com muita elaboração.
E sim tens razão, os curandeiros do povo muitas vezes conseguem ajudar de forma que os magos mais ritualistas não conseguem. É uma analogia um pouco fraca mas é um pouco como medicina. Tens uma certa dose que é ideal, se dás a mais é sobrecarga que faz mal ou não vai ter efeito nenhum. E sou pessoa para defender que a nossa dna, mente colectiva e fluxo natural da vida nos permite ser a cura prefeita para outros seres humanos. Se deixarmos energia circular naturalmente.
Gostaria também de apontar que por normal os grandes rituais que foram criados e hoje em dia vão levando alterações são muitos específicos para os seus objectivos, e como tal são feitos de forma completamente selectiva. Magic is the use of forces present in our world much like how we now a day harness electricity. We use one main energy source for a huge multitude of functions. Each specific to their purpose, for instance we use electricity for mechanical purposes such as circuits but we also use it for movement of objects, storage and massages. And electricity isn’t as complex as the so called larger source used for magic.(personally I believe that there are many and not just one great source or energy, just to point that out)
A pior parte de magia é saber distinguir até que ponto estamos a usar magia e ate que ponto é só o psicológico a nos dar respostas querermos ou percepções alteradas que vem psudo efeitos porque os procuram. Está distinções sempre foram e sempre vão ser a maior dificuldade para quem estuda magia.

*Edit*
Eu não queria ficar por um lado ou outro e queria fazer esse facto o mais claro possível para que as pessoas não tenham a ideai que eu tenho preferências. E só para fazer claro eu gostaria que todos lembrem-se que não há magia nenhuma sem preço. Até a coisa mais pequenas como mudar o tempo e curar pequenas feridas tem um preço para quem o pede. E mais que obviou que os rituais de grande escala não só esgotam as pessoas em muitos casos mas também tem efeitos prolongados nas vidas dos indivíduos.

*Pandora*
According to studies it has become quite clear that there is a strong relationship between people of higher enlightenment (which comes as effect of evolving through your cycle of birth and rebirth. The soul learns, purifies and becomes whole or full and so when its reborn it is done into a being of greater natural power that is fitting of it) and their powers being significantly stronger than those of others. That and the recent results or examples that are coming from those dealing with alchemy of the soul and all those wonderful things, it has come to light that the level of evolution/purity/quality of the soul that you posses also amplifies your ability to communicate with natural energy and law. Thus if you were to make it into a calculation the quality of your soul per say would be a multiplier that you add at the end of the rest of the results.

This is only speculation since a lot of these terms and methodologies are not completely testable or feasible so don’t take this word for word. It is more or less something like I have explained. Or at least that’s what I have come to find so far. Like I said, my study is still brief and so my hypothesis is not complete.
And for those who beleive in other religious systems I hope that I have not offended.

As to the question of can we develop our "soul" that much more in one life time on purpose, I believe so and am still looking into a few methods that deal with the subject in hopes to find concrete answers for that very question.
avatar
Ookami

Libra Serpente
Mensagens : 444
Data de inscrição : 05/01/2011
Idade : 28
Localização : Eden

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Ash em Sex Maio 20, 2011 10:01 am

Como eu adoro definições...depois da estimulação do Sosai em reviver tópicos antigos, eu vou postar aqui a minha opinião sobre as definições de magia, tanto por ter previamente perdido um tópico tão interessante como este como achar que para um tópico tão interessante como este, uma página de discussão seja muito pouco.

Analisando o ponto de visto posto pelo o Ookami, e partindo da definição com a qual eu estou mais familiarizado, aquela descendente de Crowley directamente, que o Ookami pareceu não expressar correctamente, é que a magia é simplesmente o acto de fazer uma diferença observável no mundo que rodeia o individuo de uma forma consciente. Isto parece-me ser uma visão mais global de todos os tipos de magia apresentados, e não apresentados, sendo o meu detalhe preferido desta definição aquele de que o acto de plantar batatas seja na verdade inclusivamente magia, assim como lavar os dentes ou fazer e comer o pequeno-almoço (falando nisso...~INTERMISSION~) Onde é que eu ia..ah! Acho esta a versão mais natural de representar a magia, o que me faz parecer que seja a mais correcta pessoalmente, porque dá uma definição livre para todas as pessoas, e inclusive, seres vivos em geral.

Agora a parte de explicação das energias e de preços é que eu nah tenho a certeza se concordo absolutamente, ou se pelo menos percebo neste caso pelo menos. O uso de alquimia como exemplo confunde-me, porque embora a alquimia use um conhecimento humano, e relacione o exterior ao interior, as transmutações e passos são simplesmente simbolizações químicas, por outras palavras, nenhuma energia humana é na verdade gasta a não ser nas tarefas de introdução nas reacções. A transmutação em si ocorre, e isto sublinhando veemente o principio simbólico da alquimia, de uma maneira natural, simplesmente aperfeiçoada em laboratório, pelo que as libertações ou induções de energia não parecem ter o carácter mágico do que eu entendi nas definições anteriores ou que se adapte a estas mesmas definições. Isto também evidenciado em tipos de "magia" que não necessitam de preços ou de trocas de energia de qualquer forma mencionáveis, como campos de interpretação de astrologia, ou campos da vidência, assim como meditações e projecções incorpóreas.

Isto leva-me a outro ponto que gostaria de apresentar, como um método concreto de diferenciação entre magia e ciência. Embora ambas se baseiem no mesmo principio, o de observação e indução empirica, a diferença é que a ciência parte para uma relação experimental e controlada, enquanto a magia toma o aspecto de relacionar o observado com o que é interior ao ser humano. Não nego com isto que a magia também não tenha partes experimentais, obviamente tem, mas estas simplesmente não são tão controladas e reproductiveis como as da ciência, e usa como "utensílios" a pessoa em si em vez de directamente a natureza envolvida no processo.

Por este aparte eu pretendo dizer que gosto da maneira como o Sosai evidenciou a magia na observação dele, como se a magia fosse uma espécie de overdrive do curso normal da natureza, não contra a natureza, mas simplesmente influenciável em confronto com a natureza, da mesma maneira que não se pode fazer um rio correr para o lado inverso mas se pode desviá-lo. Isto eu gostaria de expôr como sendo a diferença entre a visão de Crowley de magia global, havendo um tipo de magia que usamos que é reacional e mais trabalhoso, e outro menos entendido, e daí oculto, que se usa como magia ritualistica ou, universalmente, como a definição mistica de magia, diferente da de "plantar batatas".

Partindo disto para as outra definição de magia que eu pessoalmente gostei, sendo esta a primeira apresentada, como a ideia dos pilares na ciência, na arte, na filosofia e na fé. Embora isto possa não ser no vosso olhar a magia que usam, eu gostaria de evidenciar que a sua liricidade e que é exposto nela tem uma certa pitada de magia, e por esta magia eu incluo toda aquela magia que está fora do controlo humano, como a natureza humana, a existência de uma alma, todo o tipo de mitos e fantasias existentes na nossa longa história e os próprios actos directamente divinos. Eu considero isto parte da definição de magia, e sendo eu fortemente influenciado pela ciência, talvez uma das únicas magias com que eu me posso relacionar, sendo esta aquela variável natural que a ciência não consegue apanhar. Isto é tanto para mim a existência de processos mecânicos quânticos inconstantes que mesmo assim conseguem influencia o mais pequeno detalhe das nossas vidas, assim como tanto a beleza ou o terror pouco natural que a natureza por vezes expões. Por outras palavras e de uma maneira mais visual e lirica, um nascer do sol.

avatar
Ash

Sagitário Ovelha
Mensagens : 120
Data de inscrição : 16/05/2011
Idade : 26
Localização : Porto

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por bearded Monalisa em Seg Maio 14, 2012 1:08 am

Olhem só pra mim a ressuscitar um tópico antiquissimo... mas também quero por a minha colherada.

Contudo acho que uma das primeiras definições que li sobre magia foi algo como "A Magia é a ferremanta utilizada para alterar a realidade consoante a nossa vontade". Esta definição lembras-me a cena do livro "O Segredo" onde fala que os nossos pensamos atraem aquilo que queremos para nós. Acho muito parecido porque, dizem que quanto maior a concentração da pessoa maior a possibilidade de a magia praticada resultar. Isso porque a pessoa está a atrair aquilo que deseja para ela através da Lei da atracção.

Eu concordo com esta até porque é a que o Aleister Crowley deu e ele sabia uma coisa ou outra sobre o assunto. Não era da lei da atracção que ele estav
a a falar mas simplesmente de "fazes x( ritual), y (resultado) acontece". É "to the point".
Em relação aos 2 tipos de magia que se fala, é o que eu distingo como (alta) magia e feitiçaria. Acho que a distinção já começa a erodir um pouco porque hoje em dia muita gente usa técnicas que misturam as duas.
No entanto, magia não é necessariamente energia, até porque a tal da alta magia ou magia cerimonial envolve mais evocação e invocação, ou seja, depende mais dos espiritos e deuses, é mais uma procura espiritual, com a ideia de alcançar a "grande obra" ou seja, o conhecimento e conversação do sagrado anjo da guarda.
Acho que podem ainda incluir o xamanismo como uma terceira, que já não é tao ritualizado e é a primeira forma de magia que se conhece.

O Alan Moore tem umas ideias muito fixes sobre a magia enquanto arte, uma forma de mudar a consciência, e eu estou cada vez mais inclinada para concordar.

O que eu não gosto, pessoalmente, é da ligação da magia com a fé, ou mais precisamente com religião. Eu sou grande proponente da Magia do Caos, a qual exclui a ligação com qual divindade mas dá muita importancia à fé, ou seja, "beliefe".
Passo a citar o Peter Carrol, o fundador da corrente:

"Magic is anti-ideological because the main products of ideological solutions are repression and corpses. Although a religion may appear benign when it is in decline , at least half of the madness and violent deaths of history have been caused by mindless adherence to religions. Magic is also opposed to the superstition that the world is wholly material and that men´s actions are not intimately interwoven with the psychic sphere.”

Especialmente não gosto quando os Wiccans americanos dizem que Witchcraft é uma religião : a deles. Então e o resto das bruxas do mundo? Mas isso já são outras conversas, lol.

Se quisermos entrar na discussão de como funciona eu recomendo este artigo:
http://www.divagacoes.org/magick/chaos-magick/modelos-da-magia-por-frater-u-d/
Foi um artigo escrito no inicio dos anos 90 que teve muito impacto na forma como se escreve sobre magia hoje em dia.

Modelo Espiritual
Modelo Energético
Modelo Psicológico
Modelo Informacional
Meta-Modelo

Estas são diferentes formas de explicar o que é a magia e como funciona, mas o que é poético nesta arte é que todos funcionam, se os decidirem aplicar.
O verdadeiro mindfuck.
Essa é que é a beleza da coisa e a razão pela qual não há direito a absolutismos neste campo.
E como diria o Grant Morrisson: "I did these things I read in these book and it works. It fucking works!".

Btw, para mim o Grant Morrisson (o escritor de BD) é o messias, just saying. :tlove:

avatar
bearded Monalisa

Virgem Tigre
Mensagens : 20
Data de inscrição : 12/05/2012
Idade : 31
Localização : Braga

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Magia

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum